Validação de estudos de ensino superior em Angola poderá ser por via remota

A homologação dos Estudos do Ensino Superior em Angola vai ser feita no futuro sob suporte de novas modalidades.

O Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação em colaboração com o Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social apresentam amanhã, 26, em acto público o Novo Sistema que vai permitir reconhecer e validar os diplomas de todos os detentores de graus de formação a nível universitário.

A cerimónia, a decorrer em uma instituição do ensino superior em Luanda, vai ser presidida pelo ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República, Adão de Almeida.

Fonte ligada ao sector garante que o novo sistema terá grande suporte tecnológico e vai priorizar a prática de actos de forma remota diminuindo a modalidade presencial que está em vigor e que tem sido motivo de muitas querelas entre solicitantes e o Instituto Nacional de Avaliação, Acreditação e Reconhecimento de Estudos do Ensino Superior (INAAREES).

Actualmente, os utentes reclamam dos serviços prestados por aquele instituto adstrito ao Ministério do Ensino Superior que reclamam da falta de celeridade e nem um mecanismo para informar o público sobre a demora da resolução dos pedidos.

O INAAREES é uma instituição pública dotada de personalidade jurídica, autonomia administrativa, financeira e patrimonial, com a missão de promover e monitorar a qualidade das condições técnicas, pedagógicas e científicas dos serviços prestados pelas instituições de ensino superior.

A instituição existe desde 2009, designava-se Gabinete de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (GAAES), tem ainda a missão de homologar certificados de habilitações do ensino superior, feitos em Angola e no exterior (equivalência de graus e títulos académicos).

error: Content is protected !!