Editorial: Como uma armadilha

Jornal OPaís edição 1881 de 27/06/2020

O Estado angolano está agora entre a necessidade de tomar medidas para proteger a vida dos cidadãos e uma montanha de problemas sociais a que se vem somando um punhado de interesses também.

O Governo, e mais ainda em vésperas de eleições, enfrenta desafios enormes, sobretudo nas áreas da Saúde e da Educação, aquelas em que o Estado, apesar de ser sua obrigação constitucional confortar todos os cidadãos, tem uma capacidade de resposta muito pequena.

E (por que não dizê-lo?), está a jeito de sofrer pressão que pode mesmo chegar a algum tipo de chantagem. Os sinais estão aí.

Não que entidades privadas sejam criminosamente chantagistas, a situação em que o Estado se colocou é por si só um elemento de chantagem para que tenha de ceder, ou arriscar medidas cujo desfecho é absolutamente incerto, tal como é ainda incerto o que pode acontecer se reabrir as aulas.

error: Content is protected !!