Mais de quatro toneladas de liamba queimadas pelo SIC

O somatório da destruição de estupefacientes, em três províncias do país, no dia de luta contra as drogas, aponta para mais de quatro toneladas de liamba, queimada pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), no âmbito do combate ao tráfico e consumo de drogas

O Serviço de Investigação Criminal no Zaire destruiu, na última Sexta-feira, uma tonelada e meia de estupefaciente vulgo liamba. O acto de incineração decorreu, a cinco quilómetros da cidade de Mbanza-Kongo, tendo sido presenciado pelo Governador da província do Zaire, entidades sanitárias, Ministério Público, Deputados do Círculo Provincial e pelo comandante Provincial da Polícia Nacional.

Aquela droga “contribuiu” para que de Junho de 2019 a Junho de 2020, 58 cidadãos fossem detidos, suspeitos de posse, tráfico e uso de estupefaciente. Destacam-se ainda nove cidadãs estrangeiras oriundas da República Democrática do Congo.

No mesmo dia, já na província do Bengo, três toneladas de cannabis sativa, vulgo liamba, e 6.846 plantas da mesma droga, bem como quatro lâminas de diazepam, contendo 10 comprimidos apreendidos no período de 26 de Junho de 2019 a 25 de Junho de 2020, foram queimados.

O acto de incineração das drogas foi presenciado por entidades do Governo da província, Magistrados Judiciais e do Ministério Público, Membros dos Conselhos Consultivos da Delegação do MININT e da PN, autoridades tradicionais e religiosas, dentre outras entidades.

Enquanto no Moxico, após uma palestra proferida pelo procurador da República junto ao SIC, José Buanga Manuel, procedeu-se à destruição por queima de 600 plantas de estupefaciente liamba e 70 kg e 895 g do referido produto.

Na palestra, o magistrado explicou que o consumo de drogas altera os ajustes emocionais e causa ansiedade, depressão, deixando o indivíduo em estado de pânico.

Acrescentou que muitos consomem pensando que se vão esquecer de certas dificuldades, encontrando um estado de bem-estar falso e, quando passa o efeito, vêm as consequências.

error: Content is protected !!