Mulheres jornalistas apelam ao Governo a ponderar reabertura do ano lectivo

O Fórum de Mulheres Jornalistas e Igualdade de Género (FMJIG) apela ao Governo a ponderar a reabertura do ano lectivo em todas as escolas do país devido à progressão dos casos positivos da Covid-19

Suzana Mendes, porta-voz desta organização, justifica que o Governo deve criar primeiro as condições sanitárias e de bio-segurança para protecção dos alunos, antes do retorno às aulas, sobretudo no I Ciclo do Ensino Secundário onde existem mais crianças.

Numa altura em que a pandemia da Covid-19 regista casos positivos fora de Luanda, ou seja, em Ndalatando, capital da província do Cuanza-Norte, sugere que o Governo e os seus parceiros sociais encontrem uma solução consensual para o reinício das aulas em segurança ou mesmo a anulação do ano lectivo.

Disse existirem poucas escolas com condições de salubridade para se evitar contágios de forma isolada ou em grupo, apesar das garantias que as instituições vão dando para a reabertura dos estabelecimentos escolares em todo o país.

Com efeito, a jornalista entende que a Comissão Multissectorial para a Prevenção e Combate à Covid-19, o Ministério da Educação e o do Ensino Superior, devem analisar profundamente as vantagens e as desvantagens de se reabrir as escolas ou as universidades em tempo desta pandemia.

Suzana Mendes reforçou o seu posicionamento alegando existir pouca informação no seio das comunidades sobre o perigo que representa o novo Coronavírus, numa altura em que o gráfico de casos positivos sobe vertiginosamente nos últimos dias.

“É preciso um trabalho muito grande de sensibilização para que as pessoas possam adoptar uma postura mais responsável”, sublinhou.

A responsável defendeu, por outro lado, que os órgãos de comunicação social estatais e privados redobrem a difusão das medidas de prevenção nas zonas urbanas e rurais.

“Ninguém deve morrer de Coronavírus por falta de esclarecimento”, disse, tendo apelado à sociedade, sobretudo às mulheres, para acatarem as medidas das autoridades sanitárias.

Enaltecimento

Por outro lado, Suzana Mendes enalteceu o desempenho dos jornalistas na cobertura das actividades sobre o novo Coronavírus, cuja missão tem contribuído para a prevenção desta pandemia.

Reconheceu que, apesar de dificuldades de vária ordem e dos riscos que correm, eles têm sabido corresponder às expectativas da sociedade para informar milimetricamente sobre a Covid-19.

error: Content is protected !!