Obra ecológica “Lixo ao Luxo” garante prémio a Eduardo Vueza

O concurso é uma iniciativa da Angoalissar e centra a acção na arte ecológica com o apelo “Não desperdice, crie” (Don´t Waste, create)

Com a obra “Lixo ao Luxo”, a comissão de júri da campanha “Don´t Waste, Create”, fez saber ontem, que o prémio referente à I edição foi conquistada por Eduardo Vueza e vai receber um valor pecuniário de um milhão de Kwanzas, inserido no projecto de arte ecológica.

Segundo o júri, o prémio foi atribuído à obra “Lixo ao Luxo”, por esta ter cumprido com os objectivos do concurso em que o artista transformara o que seria lixo numa obra de arte.

“Eduardo Vueza expressa na sua obra a paixão pela cidade de Luanda, retratando um dos cartões postais da cidade que é a Marginal de Luanda, utilizando materiais como restos de paletes de madeira, de telemóveis, estilhaços de vidros de carros, entre outros”, refere o júri.

Por sua vez, o vencedor referiu que participou com uma obra designada no meio artístico como “instalação”, em que os materiais utilizados são todos completamente reciclados, sobretudo os materiais electrónicos.

“Usei placas de computadores, circuitos, restos de telemóveis, pedaços de vidros de automóveis, fragmentos de teclados de computadores e muito mais”, contou.

Quanto ao título “Lixo ao Luxo”, porque o material usado supostamente estaria no lixo e por tratar-se de componentes electrónicos são poluentes quando são mal descartados.

“Tentei unir isso, pegando neste material que já não teria utilidade e fiz arte com ele. E a arte que produzi é justamente a nossa baía de Luanda. Para representar os prédios usei telhados, os circuitos simularam as paisagens. Quem ver consegue ver a nossa cidade de Luanda. o conceito dessa obra é dar valor àquilo que seria um desperdício”, apontou.

O Júri

O júri foi composto por membros da comissão organizadora da Angoalissar com a participação do artista plástico António Gonga. A selecção do vencedor passou por três fases, sendo a primeira a recepção de mais de 50 candidaturas, a segunda o apuramento dos 10 finalistas e a terceira a selecção do artista vencedor.

 A campanha culmina com uma exposição colectiva das 10 obras finalistas. A exposição será disponibilizada online através dos canais digitais da empresa promotora da iniciativa.

O vencedor

Eduardo da Cruz João Vueza nasceu em Luanda a 26 de Janeiro de 1979. É formado ao nível médio e é pintor auto-didacta. O seu percurso profissional levo-o a integrar a UNAP. Com vários murais espalhados pelo país, participou em várias exposições colectivas. Conta com obras em colecções particulares em instituições e de empresas no país e no estrangeiro.

A campanha

A campanha Don´t Waste, Create, designação em inglês que significa “Não desperdice, crie” é promovida pelo Grupo Webcor, sob coordenação do Departamento de Marketing da Angoalissar, considerando todos os problemas que a nossa sociedade enfrenta na gestão de resíduos. Consiste num desafio para os artistas e criadores angolanos de produzir obras de arte que promovam a preocupação com o meio ambiente, reutilizando o lixo para criar algo novo e interessante.

error: Content is protected !!