Associação da Lunda-Norte e Academia do Dundo de karaté de “costas viradas”

O presidente da Associação Provincial de Karaté-Dó da Lunda-Norte, Jorge Baptista, acusou ontem à imprensa os responsáveis da Academia do Dundo de estarem a graduar os praticantes sem obedecerem as regras e os requisitos da modalidade. 

João Baptista disse que eles podem serem karatecas mas federados não são, porque não têm direito de graduação, ou seja, eles não podem graduar ninguém. 

“Em Angola, há regra de graduação e esta regra é da responsabilidade da Federação Angolana de Karaté-Dó”, explicou o dirigente. 

Por sua vez, o secretário-geral da Academia do Dundo, Narciso Fernando Isaac, esclareceu que a graduação é feita por pessoas com certificados na modalidade e lamenta as implicações de Jorge Baptista. 

“Infelizmente, o responsável da Associação da modalidade da Lunda-Norte não tem moral para falar sobre o assunto, porque ninguém está a cometer crime”, desabafou. 

Para Narciso Fernando Isaac, o senhor Jorge Baptista quer fazer tudo sozinho e lembrou o velho adágio “um dedo nunca tira piolho”. 

error: Content is protected !!