Carta do leitor: Mais vale respirar do que ter partes

Por: Isidora Madeira
Benguela

Caro director

Mas assim mesmo só agora é que os angolanos decidiram que devem fazer exercícios físicos? Então a Covid- 19 está fazer bem. Não sei em Luanda, mas aqui em Benguela, está uma confusão.

Querem fazer exercícios todos juntos e onde não devem. Na estrada, nos jardins, até os que não comeram nada querem fazer exercícios, sem saber que o exercício pode fortalecer mais também enfraquecer o Organismo.

Em Luanda, como não estou lá, não sei se é montagem, mas aquilo de toso se juntarem numa ponte para fazer exercícios é o quê? A ponte para o céu? Cuidado, nem todos irão para o céu.

É preciso ter juízo.

Exercício pode-se fazer mesmo em casa, basta trinta minutos, não é preciso mais. Basta um espaço de dois por dois. Mas espaço é para profissionais, se é só pata condicionar o corpo ou para ficar em dia, para as mulheres, não é preciso ir para a rua mostrar as partes. Mas também tanta preocupação para quê?

Se a Covid te apanha, minha irmã, lá no fundo da terra não vai servir para nada. Depois de uns meses já és só osso, os bichos vão comer as partes.

O melhor é se pouparem, não se misturarem, depois virá o bom tempo, mas só para aquém sobreviver. O importante não é o físico, é respirar.

error: Content is protected !!