Editorial: Sementes

Jornal OPaís edição 1888 de 04/07/2020

Não é brincadeira de crianças, é semear o futuro o que faz o projecto que leva kandengues a experimentar a ciência. É coisa muito séria. É mesmo assim que se avança em termos científicos e tecnológicos.

As escolas públicas e mesmo a maior parte das privadas, como se sabe, não têm laboratórios, não têm espaços de experimentação para as crianças.

Não há país que se desenvolva sem partir desta base. É muita pena que projectos desta natureza depois morram por falta de apoios, um absurdo num país tão necessitado.

Os nossos potenciais cientistas podem estar em qualquer lado, em qualquer comunidade, nas mais pobres ou nas mais ricas. Infelizmente, em Angola mata-se sonhos, quem tem parte do princípio de que os pobres não têm nada para dar.

Bastaria uma leitura das biografias de alguns dos génios mais criativos da humanidade para se mudar imediatamente de ideias.

error: Content is protected !!