Mulher eleita presidente do AS Vita Club de Kinshasa

Bestine Kazadi Di Tabala, uma Congolesa nascida na Bélgica, foi eleita presidente do AS Vita Club de Kinshasa, na República Democrática do Congo (RDC). 

De 57 anos de idade, Bestine é advogada e filha do ex-presidente do Conselho Supremo do clube, o finado Kazadi Tshishishi, e venceu Diomi Ndongala durante a eleição organizada esta semana, segundo a imprensa local. 

De acordo ainda com a mesma fonte, o dia 1 de Julho entrou para a História como o dia em que o Vita Club teve uma primeira presidente, com 38 dos 72 votos contra 32 para DiomiO presidente cessante, Gabriel Amisi, deixou o seu posto, há dois meses, após 13 anos na direção do clube. 

Filha de uma mãe belga e pai congolês, a sua eleição de Bestine inscreve-se na irresistível ascensão do futebol feminino no continente. 

error: Content is protected !!