PN detém 25 garimpeiros de ouro no Chipindo

Vinte e cinco cidadãos com idades entre 19 e 68 anos foram detidos em flagrante delito, Quinta- feira, pela Polícia Nacional (PN), quando exploravam ouro ilicitamente, no município do Chipindo, província da Huíla.

A informação foi avançada ontem, Sexta-feira, à ANGOP, no Lubango, pelo porta-voz da PN na Huíla, Luís Filipe Zilungo. O oficial disse que os cidadãos foram detidos durante uma micro-operação, numa área de exploração de ouro, localizada na aldeia de Tchiliva.

Os acusados, segundo o policial, foram encaminhados ao Serviço de Investigação Criminal para se cumprirem procedimentos legais. Casos de detenções por exploração ilegal de ouro no município do Chipindo são recorrentes.

A mais recente detenção foi em Maio do ano em curso, com 50 cidadãos envolvidos na escavação e transportação de cascalho de ouro.

Com uma superfície territorial de três mil e 898 quilómetros quadrados, o município de Chipindo tem uma população estimada em 64 mil e 714 habitantes uma densidade de 17 habitantes por quilómetro quadrado e dista 456 quilómetros a Norte do Lubango, capital da Huíla.

error: Content is protected !!