Rússia reabre embaixada na Líbia

A Rússia decidiu reabrir a sua embaixada na Líbia, embora o seu chefe esteja temporariamente sediado na vizinha Tunísia, informou a agência de notícias Interfax, citando o ministro das Relações Exteriores, Sergei Lavrov, na Sexta-feira.

A Líbia está dividida desde 2014, com o governo reconhecido internacionalmente com sede na capital, Trípoli e no Noroeste, enquanto o líder militar Khalifa Haftar na segunda cidade do país, Benghazi, governa o Leste.

A Rússia evacuou os seus diplomatas da Líbia em Outubro de 2013, depois de uma facção armada atacar a sua embaixada em Trípoli. Lavrov, falando numa reunião com a presidente do parlamento da Líbia, Aguila Saleh, reiterou o desejo da Rússia de cessar as hostilidades na Líbia e iniciar o diálogo político.

“Tomamos a decisão de reabrir a embaixada russa na Líbia, que neste momento será chefiada pelo encarregado de negócios Jamshed Boltaev”, disse ele. “Ele ficará temporariamente na Tunísia, mas quero enfatizar que as suas funções incluem representar a Rússia em todo o território da Líbia”,disse.

Lavrov também disse que um cessar-fogo no conflito líbio, proposto pelo presidente egípcio Abdel Fattah al-Sisi ao lado de Haftar, no Cairo, em 6 de Junho, poderia trabalhar ao lado de decisões tomadas numa conferência internacional, em Berlim, sobre a situação no país do Norte de África.

error: Content is protected !!