Cidadãos tentam violar cerca com documentos falsos

Dois cidadãos nacionais foram detidos no Zaire, indiciados na prática de violação da cerca sanitária de Luanda e uso de documentos falsos.

Os cidadãos em causa saíram da capital do país, com destino a Mbanza Kongo, com intuito de comercializar mercadorias diversas. No decorrer da abordagem policial, os mesmos exibiram duas credenciais falsas, supostamente passados pelas empresas, Luxten Tecnologia de Comunicação, e Soma Lda.

As credenciais falsas, que lhes permitiriam circular e fazer a comercialização de mercadorias foram adquiridas por dez mil Kwanzas, segundo confessaram os detidos, das mãos de um suposto funcionário da referida empresa, no bairro da Cuca, município do Cazenga.

Os envolvidos foram encaminhados ao Centro de Quarenta Institucional (bairro Kitona-Soyo) e posteriormente serão responsabilizados criminalmente.

leave a reply