Estádio de Mogadíscio reabre após 16 anos de encerramento

Um jogo de futebol decorreu pela primeira vez, a 30 de junho de 2020, no Estádio de Mogadíscio, após 16 anos de encerramento, soube a PANA de fonte desportiva no local.

O Presidente somali, Mohamed Abdullahi Mohamed, inaugurou o estádio (zona de influência do clube Ocean Stars), onde dois clubes locais, Horseed SC e Mogadishu City Club, se defrontaram, nessa ocasião.

O referido estádio nacional servia de base, até recentementem, aos soldados desdobrados pela União Africana (UA) para ajudarem a estabilizar este país do Corno de África.

Foi exactamente às 16 horas e 55 minutos (locais) que a história foi escrita quando o Presidente Mohamed, acompanhado no centro do campo pelo ministro da Juventude e Desportos, Khadija Mohamed Diriye, e pelo presidente da Federação de Futebol da Somália (SFF), Abdiqani Said Arab, deu início ao jogo, abrindo um novo capítulo na história do futebol somali.

“Em nome da família do futebol somali, gostaria de agradecer ao Governo somali por ter feito tudo o que estava no seu alcance para repor o estádio em funcionamento”, regozijou-se Abdiqani.

Ele garantiu que “o estádio está agora pronto”, acrescentando que o jogo inaugural foi ganho por 2-1 pelo clube militar Horseed, em detrimento do Mogadishu City Club.

O Estádio de Mogadíscio foi inaugurado, pela primeira vez, em 1977, para acolher a Taça do Conselho das Associações de Futebol da África Oriental e Central (CECAFA) Sénior. O primeiro jogo disputado no Estádio de Mogadíscio foi um amistoso entre o Ocean Stars e um clube chinês, Leonen.

Contudo, em consequência da instabilidade política, desde 1991, o estádio tem sido utilizado para outros fins que o futebol, sendo que a última competição disputada no estádio remonta a 2004, refere-se.

error: Content is protected !!