Pedro Gonçalves acredita no apuramento ao CAN e ao Mundial

O treinador dos Palancas Negras, Pedro Gonçalves, disse no princípio desta semana à imprensa portuguesa que a Selecção Nacional de futebol de honras tem todas as condições para garantir o apuramento ao Campeonato Africano das Nações (CAN), a realizar-se no próximo ano, mas sem sede, face à propagação do novo Coronavírus e para o Mundial do Qatar, em 2022.

Pedro Gonçalves garantiu que a caminhada não será fácil para concretizar os objectivos que foram traçados pela direcção da Federação Angolana de Futebol (FAF), encabeçada por Artur Almeida e Silva, porque no há duas selecções com qualidade no caso: o Gabão e República Democrática do Congo (RDC).

O técnico, que levou a Selecção Nacional em sub-17 ao Mundial do Brasil, reconheceu que o jogo frente à RDC, em Luanda, será muito vivido fora das quatro linhas, porque há muitos congoleses que vivem na capital angolana.

“Na casa do opositor, vamos ter também ter alguma adversidade, por norma é estádio cheio com 80 mil pessoas. Ainda assim, estamos crentes no nosso trabalho”, assegurou Pedro Gonçalves.

Quanto à qualificação ao mundial, o técnico português lembrou que os Palancas Negras terão pela frente o Gabão, Líbia e o Egipto, a última selecção dispensa apresentações, porque é somente a equipa com mais título africano.

“Acredito no percurso que vamos fazer, ou seja, o povo pode contar connosco para este barulho, passa a expressão, porque vamos estar lá para discutir a eliminatória rumo à maior montra do rei futebol internacional”, prometeu.

error: Content is protected !!