Carta do leitor: Há que respeitar a democracia dos outros

Por: Júlio Pinheiro
Golfe 2 

Caro director 

Votos de boa saúde a todos os jornalistas e trabalhadores do jornal OPAÍS nestes tempos de Covid. 

Eu há coisas que não compreendo. Os nossos jovens bebem muito, até mesmo moças com filhos pequenos. 

Alguns, se é para irem trabalhar, não vão porque há Covid, mas também não param em casa. 

Outros mesmo os que não trabalham, não ficam em casa, é só lhes ver a conviver e a consumir álcool. 

Mas se as pessoas dizem que não podem ficar em casa, que estão desempregadas à procura de dinheiro para o pão do dia a dia, de onde vem o dinheiro para as bebedeiras? 

É que alguns casos não é convívio, é mesmo bebedeira. 

Na minha rua, de manhã cedo já estão a se juntar. Não vão trabalhar porque estão dispensados por causa da Covid, o Estado ainda está a tentar salvar as vidas deles, mas eles mesmos nem querem saber. Só organizam sentadas, com bebidas e barulho. 

As moças nem pensam na saúde dos filhos. Não sei onde vai parar a nossa juventude. Embora o país seja democrático, em algumas coisas é preciso chicote, para defender também a democracia dos outros cidadãos. É este o meu apelo ao Governo. 

leave a reply