Director-geral da OMS cancela participação em evento britânico após EUA confirmarem saída da organização

O director da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, retirou-se, na última hora, de um evento em Londres, ontem, Quarta-feira, alegando que participaria em reuniões relacionadas à notificação dos Estados Unidos sobre a retirada da entidade

O evento no centro de estudos de Chatham House, em Londres, teria a participação de Tedros num seminário online ao vivo sobre a pandemia de Covid-19, liderado por David Heymann, ex-funcionário da OMS e professor de saúde global.

Heymann disse durante o evento online: “Eu entrei em contacto com o escritório dele (Tedros) por outra questão (hoje de manhã), e disseram-me que ele tem uma série de reuniões diplomáticas hoje, resultado da retirada dos EUA”.

O gabinete de Tedros não respondeu imediatamente aos pedidos para comentários sobre o assunto. Os Estados Unidos confirmaram na Terça-feira que deixarão a OMS no dia 6 de Julho de 2021.

O Presidente Donald Trump acusou a agência de se tornar um fantoche para a China durante a pandemia de Covid-19. A OMS nega.

error: Content is protected !!