Rui Sampaio descarta apoio à candidatura do presidente cessante da FAFUSA

O presidente da Coprat Futsal Clube, Rui Sampaio, revelou, ontem, a O PAÍS que o seu clube não vai apoiar a candidatura do presidente cessante da Federação Angolana de Futebol Salão (FAFUSA), Noé Alexandre, embora não haja data para o pleito eleitoral referente ao ciclo olímpico 2020/2024 devido à Covid-19

Rui Sampaio explicou que a Coprat, como massa votante, por direito é livre de votar na candidatura que achar conveniente, pois o mesmo responsável avançou que é hora de mudar o paradigma da modalidade.

Questionado o nome do concorrente que merecerá a confiança da sua equipa, o também treinador de futsal fechou-se a “sete chaves”, porque ainda não foi criada a comissão eleitoral para marcar a data de início da campanha eleitoral.

“Ora bem, Luanda está confinada a mais um mês, o que significa que a 9 de Agosto é que será, supostamente, levantada a cerca sanitária. O melhor seria a Federação uma vez que hoje se trabalha em vídeo-conferência, fazer um comunicado onde se definirá a comissão eleitoral e o dia do pleito”, aconselhou.

Rui Sampaio lamentou o facto de a FAFUSA fechar-se em “copas”, mas garantiu que a lista do candidato que o seu clube vai apoiar estar preparada para qualquer manobra da direcção cessante do órgão reitor.

“Se eles decidirem amanhã realizar as eleições o concorrente, cujo nome não vou mencionar mais vez, estará preparado, porque já tem tudo montado à data do arranque da campanha eleitoral”, disse. Quanto às declarações do presidente cessante, na semana passada, à imprensa, Rui Sampaio não aceitou abordar: “Aqueles depoimentos de alguém que lidera uma federação, está correcto?”, questionou-se.

Por sua vez, o presidente cessante da Federação Angolana de Futebol Salão (FAFUSA), Noé Alexandre, candidato para mais um mandato, mostrou-se, há uma semana, triste pelas informações que está a receber sobre o treinador Rui Sampaio.

Noé Alexandre explicou que o técnico em causa está a recolher dados para constituir uma lista para concorrer ao pleito eleitoral. “Na verdade, não é papel digno de um treinador.

Não devia ser o Rui Sampaio a procurar membro para formar uma lista”, desabafou.

leave a reply