580 Mil vão às urnas em Hong Kong para voto de “protesto” contra nova Lei de Segurança

Quase 600 mil cidadãos de Hong Kong foram às urnas neste fim-de-semana no que a oposição da cidade controlada pela China disse ter sido um voto de protesto simbólico contra a Lei de Segurança Nacional directamente imposta por Pequim.

A votação não oficial decidirá os candidatos pró-democracia mais fortes para disputar as eleições em Setembro para o Conselho Legislativo de Hong Kong.

Eles procuram alcançar a maioria pela primeira vez diante dos rivais pró-Pequim, usando uma onda de sentimento contrário à China provocada pela lei, que segundo críticos afectou, gravemente, as liberdades de Hong Kong.

“Uma alta comparência enviará um sinal bastante forte para a comunidade internacional, de que as pessoas de Hong Kong nunca desistem”, disse Sunny Cheung, 24 anos, um dos jovens democratas aspirantes.

Os organizadores disseram que 582 mil pessoas votaram ao final dos dois dias de votação, mais do que o esperado e representando cerca de um terço dos eleitores que defenderam os democratas numa eleição no ano passado.

error: Content is protected !!