Advogado Viena esteve detido por alegado desacato à autoridade

O Advogado e político, Francisco Viena, tinha sido detido esta quarta-feira, em Benguela, por alegado desacato à autoridade e estará a responder a um processo sumário, soube O País de fontes familiarizadas ao processo.

De acordo com as fontes, o causídico terá chegado com alguns minutos de atraso a uma audiência, na Sala do Cível e Administrativo do Tribunal de Comarca de Benguela, onde defendia um processo.

‘Ele tinha dois julgamentos, um em Benguela e outro no Lobito. Ele preferiu atender ao do Lobito e deixou um estagiário em Benguela’, conta a fonte.

A fonte esclarece que o estagiário estaria a encontrar dificuldades no exercício da actividade e, nesse momento, decide ligar para Viena, de modo a ajudá-lo.

Quando tentava entrar, Viena foi surpreendido com o interrogatório do juiz que o questionou sobre quem lhe tinha autorizado a aceder ao interior da sala.

Viena teria respondido mal, ao que o juiz considerou uma falta de respeito, tendo, naquele momento, orientado a sua detenção.

Entretanto, as diligências feitas pela Ordem dos Advogados de Angola em Benguela resultaram na sua soltura do advogado e político.

 

Constantino Eduardo, em Benguela

error: Content is protected !!