Dois indivíduos suspeitos de terem assassinado o rapper Pop Smoke podem ser condenados à morte

Foram detidas, há dias, cinco pessoas suspeitas de estarem relacionadas com a morte do rapper Pop Smoke, assassinado em Fevereiro.

Esta Segunda-feira, o Procurador-Geral do Condado de Los Angeles decidiu acusar formalmente quatro delas do crime de homicídio, e duas destas Corey Walker e Keandre Rodgers poderão ser condenadas à morte ou prisão perpétua.

Os dois homens são acusados, juntamente com dois adolescentes, de ter invadido a casa onde Pop Smoke se encontrava. Durante essa invasão, o rapper foi baleado e acabou por morrer.

Pop Smoke lançou uma última mixtape, “Meet the Woo 2”, antes da sua morte. A 3 de Julho, foi editado “Shoot For the Stars Aim for the Moon”, um álbum póstumo.

O artista

Pop Smoke nome artístico de Bashar Jackson, nasceu a 20 de Julho de 1999, no Brooklyn, em Nova York, Estados Unidos da América.

Pop era um rapper em ascensão, e o seu single de estreia “Welcome to the Party” teve uma forte rotação nas plataformas de rádio e streaming. Outras faixas de destaque deste single incluem, “Meet the Woo”, “MPR”, “Flexing” e “Dior”

Assinado pela Republic Records, sua tão aguardada mixtape, Meet The Woo, foi lançada no verão de 2019. O seu apelido “Pop Smoke” foi a junção desses dois nomes. Jackson cresceu ouvindo artistas como 50 Cent, DMX e Lloyd Banks.

error: Content is protected !!