Novo presidente do Interclube promete dias melhores

Alexandre Canelas disse à imprensa que os pontos altos e baixos do clube estão identificados mediante um estudo feito, logo vão trabalhar neste ciclo olímpico (2020/2024) para novos voos

Há largos anos sem vencer o Girabola, Campeonato Nacional de futebol, o novo presidente do Interclube, Alexandre Canelas promete dias melhores no ciclo olímpico 2020/2024. 

Em declarações à imprensa, o responsável fez saber que está em curso um estudo para analisar os pontos altos e baixos do clube afecto à Polícia Nacional. 

Estar entre os melhores clubes do continente africano é a meta da formação azul e branca nos próximos tempos, segundo Alexandre Canelas. 

Por isso, vai priorizar a componente administrativa e técnica, uma vez que o desporto actualmente tornou-se numa indústria rentável. 

Mas, é importante accionar mecanismos de gestão desportiva que permita atingir resultados a curto, médio e longo prazo neste ciclo olímpico. 

“Fizemos um estudo profundo daquilo é ou foi o clube nos últimos anos, porém conseguimos identificar aonde é que estão as falhas”, disse o novo presidente do Interclube. 

No que concerne as outras modalidades, a direcção azul e branca vai fazer um investimento profundo nas bases e nas infraestruturas. 

O Interclube, por não viver somente do futebol e do basquetebol, vai dar o litro noutras modalidades para elevar também o nome do clube no continente.  

O atletismo é das modalidades que mais cartas vai dando a formação da Polícia Nacional, aliás na disciplina de fundo já conquistou tudo em Angola, incluindo a São Silvestre, corrida pedestre de fim-de-ano que sai às ruas de Luanda no dia 31 de Dezembro. 

Com o judo, o Interclube também já elevou o nome de Angola dentro e fora do continente africano, por isso a direcção quer trabalhar para ser sempre uma referência. 

Alexandre Canelas substitui no cargo Alves Simões, dirigente que conquistou vários troféus com as cores da equipa azul e branca. 

error: Content is protected !!