China diz que agirá em defesa dos seus interesses após Reino Unido banir Huawei em rede 5G

A China afirmou nesta Quarta-feira que tomará todas as medidas necessárias para salvaguardar os seus interesses, após decisão do Reino Unido de proibir todos os componentes da Huawei Technologies na rede 5G britânica até ao final de 2027.

A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Hua Chunying, disse aos repórteres que a China se opõe fortemente à decisão britânica, e afirmou que a decisão foi impulsionada pela politização de questões comerciais e tecnológicas, e não pela segurança nacional.

error: Content is protected !!