China se opõe firmemente à assinatura de lei relacionada a Hong Kong pelos EUA

A China se opõe firmemente e condena veementemente a medida do lado norte-americano de assinar a chamada “Lei de Autonomia de Hong Kong”, enfatizou um comunicado divulgado na Quarta-feira no site do Ministério das Relações Exteriores.

Desrespeitando as sérias representações da China, os Estados Unidos assinaram. recentemente, a chamada “Lei de Autonomia de Hong Kong”, aprovada pelo seu Congresso, de acordo com a declaração.

A lei denigre maliciosamente a legislação de segurança nacional de Hong Kong, e ameaça impor sanções à China. Viola gravemente o direito internacional e as normas básicas que regem as relações internacionais.

Constitui uma grave interferência nos assuntos de Hong Kong e nos assuntos internos da China. “O governo chinês se opõe firmemente e condena veementemente o movimento dos Estados Unidos”, afirma o comunicado.

A promulgação e aplicação da Lei da República Popular da China sobre a Salvaguarda da Segurança Nacional na Região Administrativa Especial de Hong Kong (RAEHK) é totalmente consistente com as disposições relevantes da Constituição Chinesa e da Lei Básica da RAEHK.

A lei fornece as salvaguardas institucionais e legais para a implementação sólida e sustentável de “um país, dois sistemas” e serve para defender a soberania, interesses de segurança e desenvolvimento do país, bem como a estabilidade e prosperidade a longo prazo de Hong Kong.

A lei é apoiada por unanimidade e endossada por todo o povo chinês, incluindo o de Hong Kong, diz o comunicado. Observando que Hong Kong é uma região administrativa especial da China, o comunicado diz que os assuntos de Hong Kong são puramente assuntos internos da China.

Nenhum país estrangeiro tem o direito de interferir. A China está firmemente resoluta em manter sua soberania e segurança, salvaguardar a prosperidade e estabilidade de Hong Kong e se opõe à interferência externa nos assuntos de Hong Kong. A tentativa dos EUA de obstruir a implementação da lei de segurança nacional em Hong Kong nunca terá sucesso.

error: Content is protected !!