Editorial: Há que limpar a Polícia

O agente da Polícia é fruto e reflexo da sociedade que temos. Esta é uma máxima, interessante, que pode explicar muita coisa sobre o comportamento de alguns polícias. Mas em parte apenas. Porque quando alguém ingressa na Polícia, voluntariamente, deve ter noção do seu dever, das suas obrigações e até da sua missão: lutar pelo bem.

Até contra a normalidade social, se esta normalidade for má. Ou seja, não é por haver muitos delinquentes na sociedade que o polícia está desculpado se delinquir, porque é apenas o reflexo da sociedade. Ele tora-se polícia justamente para inverter a predominância da delinquência.

Os dois agentes agora detidos na Huíla, por furto dentro do espaço da própria Polícia, são apenas mais um caso a confirmar a necessidade de se rever quase tudo na corporação.

error: Content is protected !!