FAF livre das dívidas com técnicos e jogadores

A Federação Angolana de Futebol (FAF), segundo uma fonte ligada ao processo, não tem dívidas com técnicos, atletas e o pessoal administrativo que fez parte da campanha de apuramento ao CAN-20219 no Egipto.

O grupo já foi pago e neste momento o órgão que rege a modalidade no país está livre de qualquer acusação em relação à passivos.

Os treinadores nacionais e estrangeiros que romperam o vínculo contratual com a FAF também viram o dinheiro que reclamavam cair nas suas contas bancárias.

Com este passo dado, o presidente cessante, Artur Almeida, cumpre uma das etapas do seu mandato, uma vez que não foi fácil gerir o “dossier” dívidas.

Volta e meia o pessoal “disparava” em tudo quanto era canto, porque tinham despesas correntes por realizar em vários domínios.

A fonte deste jornal não adianta o valor pago na totalidade, mas admite que a FAF está mais aliviada e terá outras prioridades por definir se ainda tiver algum em caixa.

Com um mandato envolto em “makas”, Artur Almeida assume que vai concorrer no ciclo olímpico vigente, isto é, 2020/2024, mas terá à perna candidatos de peso.

leave a reply