EUA exigem fecho de ária e que está a ser acompanha Consulado-Geral chinês em Houston em 72 horas 

Os EUA exigiram o encerramento do Gabinete de Passaportes e Vistos no Consulado-Geral da China em Houston, Texas, segundo o editor-chefe do Global Times. 

O Ministério das Relações Exteriores da China confirmou o desenvolvimento, afirmando que Washington havia “abruptamente” instado Pequim a fechar o seu consulado no Texas no dia 21 de Julho. 

A China, por sua vez, condenou a decisão e exige que os EUA revoguem a medida, sugerindo medidas de retaliação em resposta, segundo o Global Times. Actualmente, Pequim possui cinco consulados-gerais nos EUA: em Nova York, Chicago, São Francisco e Los Angeles, bem como a Embaixada chinesa em Washington. 

De acordo com a emissora KPRC 2, as autoridades de Houston teriam sido notificadas sobre um incêndio que foi avistado no pátio do consulado chinês na noite desta Terça-feira (21). 

Este vídeo, compartilhado por um espectador que mora próximo do Consulado-Geral da China em Houston, mostra fogo e actividade no pátio do prédio. 

Comentando informações sobre suposta queima de documentos no pátio da representação, o Ministério das Relações Exteriores da China afirmou que o consulado em Houston estava a operar “normalmente”. 

A relação entre os dois países piorou durante a pandemia de Covid-19, já que o Presidente americano Donald Trump culpou repetidamente o país asiático pela disseminação do vírus. Altos funcionários americanos disseram anteriormente estar a pensar em alguma forma de “punir” a China. 

error: Content is protected !!