Mais uma troca de cadáveres ocorre em Luanda

“Infelizmente, a família Lima Viegas, foi confrontada esta manhã [ontem] com a triste e inacreditável notícia da troca de corpo do seu filho Ricardo, na Morgue”, anunciaram Domingos de Lima Viegas e Inocência Matos Lima. 

Na tarde de Sexta-feira, um grupo selectivo de familiares de Ricardo Lima Veigas, de 42 anos, compareceu no cemitério do Altos das Cruzes para despedir-se do seu ente querido. De acordo com uma fonte ligada a família, atendendo a conjuntura actual, haviam passado a informação de que o funeral seria às 15 horas, no entanto, realizou-se mais cedo. 

A maioria dos amigos que se prontificaram a acompanha-lo até à sua última morada, quando chegaram no local o funeral já havia sido realizado. Porém, o cadáver sepultado por esta família era de outra pessoa, não o quadro sénior da Sonangol. 

A família esclareceu ainda que Ricardo Viegas “sucumbiu de uma convulsão epiléptica, situação clínica de que padecia desde há vários anos com incidência de um tumor cerebral, não existindo qualquer outro diagnóstico verídico”. A família do malogrado está a efectuar as diligências necessárias a apurar responsabilidades pelo sucedido. 

No entanto, Ricardo foi sepultado ontem, no mesmo cemitério, e a missa pela sua alma foi realizada às 18h30 na residência dos seus progenitores. “Mais uma vez, agradecemos a todos os familiares e amigos o apoio e solidariedade que, incansavelmente, nos têm prestado”, afirmam Domingos de Lima Viegas e Inocência Matos Lima. 

error: Content is protected !!