Hábitos e costumes de povos africanos destacados no Brasil através do magazine “Mwana Afrika – Oficina Cultural”

O programa que mostra vários aspectos da cultura africana ao mundo, iniciado na RTP África em Portugal, emitido também na Televisão Pública de Angola, passa agora a ser apresentado no Brasil

Depois de dois anos em Portugal, o magazine “Mwana Afrika – Oficina Cultural” passa também a ser exibido no Brasil, no canal Trace Brasil, com o intento de divulgar diversos conteúdos culturais do continente “berço”.

O programa lançado no Sábado, 25, no dia da celebração da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha, é tido como uma verdadeira viagem ao Continente berço, onde a jornalista angolana Sandra Elisabeth Kiala, mentora do projecto, vai ao encontro das raízes africanas e as mostra ao mundo.

Com 24 horas de programação, o magazine, considerado como Melhor Magazine da Actualidade pelo Moda Luanda de 2019, traz curiosidades excepcionais sobre África, em particular sobre Angola, como histórias dos povos e etnias, filosofias de vida, rituais, línguas, entre outros assuntos de interesse público.

De acordo com a também investigadora cultural angolana, que assina com o pseudónimo Mwana Afrika, que significa (Filha de África), sente-se honrada por ser um dos alicerces na construção da maior plataforma de cultura e conteúdo afro.

“Porque acreditamos no poder do casamento entre Cultura, Educação e Comunicação. Compreendermos a Educação e a Comunicação como dimensões fundamentais da Cultura” – revela a apresentadora.

Por sua vez, o head de marketing do desígnio disse que “Teremos a Mwana Afrika, reposicionando esse lugar de ancestralidade na cabeça de muita gente, reposicionando a ideia de quem sempre foi martelada na quebrada de que a ancestralidade é amaldiçoada e o negro precisa fazer uma conversão para poder ser uma pessoa melhor na vida”.

O trabalho iniciado na RTP África em Portugal tem planos de promover obras de ficção e documentários de criadores negros, além de outros conteúdos voltados à ciência, tecnologia, empreendedorismo, culinária e história africana. Há dois anos que o Magazine “Mwana Afrika – Oficina Cultural”, tem levado Educação e Cultura aos telespectadores no país e não só, através dos três canais da Televisão Pública de Angola.

O Trace Brasil é um canal de conteúdo 100% dedicado a Cultura Afro e protagonizado por criadores negros. É filial da empresa de media francesa Trace Global. Pretende-se ainda com o programa contribuir para o desenvolvimento do continente, através da educação e cultura.

O projecto

Em 2011 Sandra Kiala decidiu criar um Blog, cuja perspectiva era da criação de assuntos que pudessem levar a que se mudassem as abordagens sobre África.

Posteriormente, enquanto residente em Lisboa/Portugal, este mesmo projecto foi às ruas daquela urbe europeia, passando a ser uma “Oficina cultural”, que hoje é uma instituição para pesquisa, produção e promoção cultural de conteúdos sobre o continente.

leave a reply