FAF ainda não fechou o pacote de dívidas 

Depois de pagar os ordenados de atletas, treinadores e pessoal administrativo em provas dentro e fora do país, a Federação Angolana de Futebol (FAF) tem pela frente o passivo de André Makanga e Romeu Filemon, treinadores que orientaram a Selecção Nacional 

A Federação Angolana de Futebol (FAF) ainda não fechou o pacote de dívidas com treinadores que orientaram a Selecção Nacional sénior masculina. 

De acordo com uma fonte ligada ao processo, André Makanga e Romeu Filemon figuram no grupo dos que ainda não foram pagos. 

O órgão que rege a modalidade no país deve dez meses de salário ao antigo capitão dos Palancas Negras, apelido da selecção angolana. 

André Makanga, que já orientou o Libolo do Cuanza-Sul, foi adjunto de José Kilamba em muitas “operações” dentro e fora do país. 

A dívida de Romeu Filemon não foi detalhada pela fonte deste jornal, mas é ponto assente que está a ser tratada no departamento jurídico da FAF. 

O técnico que vestiu a camisola do Kabuscorp do Palanca, num passado recente, teve uma saída conturbada dos Palancas Negras. Fez correr muita tinta na imprensa desportiva angolana à época. 

Por sua vez, o responsável do Conselho Jurisdicional da FAF, José Carlos, em declarações à imprensa, assumiu o passivo dos dois treinadores. 

O responsável prosseguiu dizendo que vai reunir com André Makanga para acertarem detalhes ligados ao assunto em questão. 

José Carlos fez saber também que o caso do professor Romeu Filemon está a ser tratado por um outro colega e corre sem sobressaltos. 

O técnico, que orientou o Libolo do Cuanza-Sul na época passada, assegurou que manteve contacto com o dirigente da FAF. 

Aliás, mostrou as cópias dos recibos do banco e do contrato que o ligava à Federação Angolana de Futebol (FAF) num passado recente. 

leave a reply