Covid-19: Bié reduz arrecadação de receitas fiscais

O Governo Provincial do Bié deixou de arrecadar, no segundo trimestre deste ano, 13 milhões, 528 mil e 422 Kwanzas de receitas fiscais, em consequência da Covid-19, que assola o país e o mundo desde Março do ano em curso

O facto foi avançado à imprensa, ontem, pelo secretário-geral do Governo do Bié, Vicente Francisco da Rocha, durante a VI reunião Ordinária do Governo.

O responsável apontou ter sido arrecadado, nesse período, um valor global de mil milhões, 249 milhões, 35 mil 506 Kwanzas, contra mil milhões, 362 milhões 563 mil 928 Kwanzas do primeiro trimestre do ano em curso.

O valor aludido foi arrecadado através das receitas comunitárias, tributárias e emissões de ordens de saque, fixados em 27 milhões 528 mil 182 Kwanzas (receitas locais), 142 milhões 805 mil 429 Kwanzas da Administração Geral Tributária (AGT), enquanto na Retenção da Fonte (Sigfe) cobrou- se mil milhões 178 milhões 701 mil 894 Kwanzas.

O governador provincial do Bié, Pereira Alfredo, que orientou o encontro, destacou a necessidade dos administradores municipais continuarem a sensibilizar os contribuintes a absterem- se da fuga ao fisco, de modo a contribuírem no desenvolvimento sócio-económico da província e do país no geral.

Apesar da baixa registada, Pereira Alfredo, considerou positivo o montante arrecadado durante os últimos três meses, tendo em conta as medidas que o Executivo adoptou, para mitigar a situação social das populações, provocada pela Covid-19.

error: Content is protected !!