Covid-19 infecta 78 pessoas, mata uma e 35 “escapam” num só dia

O secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, anunciou, ontem, em Luanda, que o país registou, nas últimas 24 horas, 78 novos casos de Covid- 19, um óbito e 35 recuperados, perfazendo um total de 1.078 infectados, com 48 óbitos e 301 recuperados

Mais uma jovem na flor da idade, 30 anos, sucumbiu, ontem, em Luanda, em consequência da Covid-19, num dos leitos do Hospital Militar, onde estava a se assistida por uma equipa médica.

De acordo com Franco Mufinda, os 78 novos infectados têm idades compreendidas entre os três meses de vida e os 74 anos, sendo 28 do sexo feminino e 50 do sexo masculino.

O governante, que falava na habitual actualização diária sobre a pandemia no país, no CIAM, esclareceu que eles estão distribuídos por várias localidades de Luanda, sendo as mais afectadas Belas, Ingombota, Maianga, Talatona e Cazenga.

Em relação aos 35 pacientes que se recuperaram nas últimas 24 horas, prestou pouca informação a respeito.

Neste contexto, o país conta actualmente com 1.078 casos infectados, dos quais 48 mortos, 301 recuperados e 729 casos activos, com 22 em estado grave, cinco em estado crítico e com ventilação mecânica invasiva e uma necessitando de hemodialise. Os 78 casos positivos fazem parte de um leque de 610 amostras processadas no laboratório da biologia molecular no período em referência.

Franco Mufinda esclareceu ainda que no total de amostras recebidas foram processadas, até à data presente, 63.371, das quais 1.078 foram positivas e as restantes amostras são negativas.

Sobre a testagem serológica, fez saber que conseguiram realizar 275 testes rápidos serológicos, dos quais 30 foram reactivos. No total, foram realizados 33.575 testes serológicos, dos quais 1.930 foram reactivos.

Mais de 40 pessoas receberam alta nas últimas 24 horas

Por outro lado, Franco Mufinda disse que, nas últimas 24 horas, 44 pessoas receberam alta, sendo 22 na província do Cunene, nove na Huíla, quatro no Uíge e duas em Benguela e no Moxico O Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) recebeu, nas últimas 24 horas, 84 chamadas, das quais uma denúncia de caso suspeito de Covid-19 e 83 pedidos de informação sobre o vírus.

As actividades de sensibilização sobre as medidas de combate e prevenção da Covid-19 prosseguem a nível nacional. Franco Mufinda disse que as autoridades sanitárias nas províncias do Bié, Lunda-Norte, Lunda-Sul e Uíge realizaram palestras de sensibilização sobre esta problemática nas comunidades e aos líderes religiosos.

Esclareceu que está na forja a realização de actividades de capacitação em medidas de prevenção sobre a pandemia direccionadas aos técnicos saúde. Serão abordados também a colheita e envio de amostras ao INIS.

Estão previstas também, disse, palestras de sensibilização sobre as medidas de bio-segurança em instituições públicas e privadas em alguns municípios.

Governante apela à não violação das cercas para evitar proliferação do vírus

“Estimados, os casos não cessam de aumentar dia após dia. E chamamos aqui uma vez mais a responsabilidade colectiva e individual com recurso ao uso da máscara facial, a lavagem das mãos e não violação das cercas sanitárias”, reiterou Franco Mufinda.

Por outro lado, o secretário de Estado advertiu que com a violação das cercas começou-se a registar uma expansão de casos em outras localidades além de Luanda. “Já foi o caso do Cuanza-Norte e ainda ontem reportamos a província do Bengo. Há toda uma necessidade de observar estes requisitos mencionados acima”, disse.

De recordar que o novo Coronavírus (SARS-CoV-2), responsável pela pandemia da Covid-19, surgiu na China em Dezembro de 2019. O surto espalhou-se pelo mundo e já vitimou centenas de milhares de pessoas, tendo levado a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia global.

error: Content is protected !!