Boateng, do Bayern, pede aos jogadores que se ajoelhem na Liga dos Campeões

O defesa do Bayern de Munique, Jérôme Boateng, disse que os jogadores precisam usar a plataforma fornecida pela Liga dos Campeões para continuar a enviar mensagens sobre igualdade racial e defendeu que fiquem de joelhos.

Atletas de todo o mundo têm-se ajoelhado numa demonstração de solidariedade com a campanha Black Lives Matter (BLM, vidas negras importam), que ganhou impulso após a morte de George Floyd sob custódia policial em Maio.

A Liga dos Campeões da Europa, suspensa desde Março, devido à pandemia de Covid-19, será retomada no próximo mês.

“É muito poderoso e muito importante que continuemos isso na Liga dos Campeões, especialmente na final, porque o mundo inteiro estará a olhar”, disse Boateng, cuja equipa tem uma vantagem de 3 x 0 sobre o Chelsea para o jogo da segunda mão das oitavas de final em 8 de Agosto.

“Espero que nalguns desportos que ainda não voltaram, eles se juntem a nós. Eu acho que é muito importante.”

O defesa alemão, que foi vítima de abuso racial no passado, disse que conversou com os seus companheiros do Bayern sobre as questões levantadas pelo movimento Black Lives Matter.

“Eles me perguntaram como apoiar, qual a sensação, o que aconteceu com você quando você era mais jovem, para que eu pudesse contar a eles a minha história, quais foram as minhas experiências e por que é tão doloroso e difícil ouvir essas coisas”, afirmou o jogador de 31 anos.

error: Content is protected !!