Bié entra na estatística da Covid-19, mais uma adolescente de 16 anos morre e doentes 23 recuperaram

O secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, revelou, ontem, em Luanda, que nas últimas 24 horas foram confirmados mais 16 novos casos de Covid-19 no país, dos quais um caso importado na província do Bié, duas mortes, entre elas, uma menina de 16 anos de idade, e 23 recuperados

O quadro epidemiológico nacional registou, nas últimas 24 horas, mais 16 novos casos de Covid- 19, dois óbitos e 23 recuperados (com idades compreendidas entre os 18 os 69 anos), dos quais 13 são do sexo masculino e três do feminino.

Franco Mufinda, na apresentação do balanço diário da pandemia no país, no CIAM, esclareceu que dos 16 novos infectados, um é do município do Cunhinga, na província do Bié (caso importado de Luanda que violou a quarentena institucional) e o outro caso é do município do Soyo, província do Zaire, perfazendo um total de cinco na localidade. Os restantes são de Luanda.

Dois cidadãos angolanos perderam a vida ontem, em Luanda, em consequência da Covid-19, na Clínica Girassol e no Hospital de Campanha da Zona Económica Especial. Trata-se de uma menina de apenas 16 anos, com uma doença crónica de descompensação respiratória aguda, e um cidadão de 69 anos de idade que foi admitido na urgência do Hospital Militar com o quadro respiratório agudo grave e que foi transferido para a Zona Económica Especial, em Viana, onde acabou por falecer.

Por outro lado, contou que uma delegação do Ministério da Saúde esteve no Soyo para o reforço da equipa local e para interagir com as entidades e responsáveis da empresa Angola LNG e da Base do Kwanda, para avaliar a situação dos casos confirmados.

22 reactivos em isolamento na Base do Kwanda, no Soyo

Franco Mufinda fez saber que por esta altura, na Base do Kwanda há cinco casos positivos e há também um rastreio em curso, com 22 casos reactivos que estão em isolamento.

“Perante este cenário, as entidades locais tinham implementado uma série de medidas públicas e hoje (ontem) se fez a instituição da cerca sanitária na Base do Kwanda”, disse.

Contou ainda que há todo um trabalho de rastreio dos contactos directos e indirectos que envolve trabalhadores da Base do Kwanda e que neste momento cerca de 808 trabalhadores se encontram sob cerca sanitária.

País com 1.164 casos positivos e 54 mortes de Covid-19

Angola passou a ter, ontem, 1.164 casos positivos, dos quais 54 mortos, 460 recuperados e 650 activos, menos nove do que no dia anterior. “Hoje é o terceiro dia em que temos uma desaceleração de casos no que toca aos activos”, frisou.

Dos 650 casos activos, 18 são graves, cinco em estado crítico com ventilação mecânica invasiva, dos quais um necessita de hemodiálise e os restantes estão clinicamente estáveis.

Do total de amostras recebidas, fez saber que foram processadas até ontem 64.697, das quais se obteve 1.164 amostras positivas.

Sobre a testagem serológica, disse que foram realizados um total de 37.251 testes serológicos rápidos, dos quais 2.163 foram reactivos, até agora.

Angola com 11 províncias afectadas com a Covid-19

Franco Mufinda fez saber que continuam a vigilância laboratorial e o rastreio de contactos de casos positivos nos centros sentinela e nas populações de risco.

Por esta altura, a pandemia do novo Coronavírus já atingiu 11 províncias das 18 de Angola, nomeadamente Luanda, Cuanza-Norte, Lunda-Norte, Cabinda, Uíge, Cuanza-Sul, Bengo, Cunene, Zaire, Moxico e Bié.

error: Content is protected !!