OMPI e CISAC assinam contrato de gestão de dados e reportório para apoiar entidades de gestão colectivas

A Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI) e a Confederação Internacional das Sociedades de Autores e Compositores (CISAC) acabam de assinar um contrato de gestão de dados e reportório para apoiar entidades de gestão colectivas

Esse acordo, de acordo com uma nota, irá beneficiar as entidades de gestão colectivas membros da CISAC, entre as quais a Sociedade Cabo- verdiana de Música (SCM), com o novo sistema de gestão de Direitos de Autor e Direitos Conexos da OMPI, WIPO CONNECT.

Para a SCM, o acordo assinado entre a OMPI, a CISAC e a SWIZA, é um ganho para as sociedades novas, que começaram o seu trabalho há pouco tempo, bem como para sociedades de países em desenvolvimento, que não conseguem, por meios próprios, ter o Software de Gestão de Titulares e Reportório, Licenciamento e Distribuição de Direitos.

“Hoje estamos a tornar mais um sonho da SCM realidade, uma vez que fomos a primeira Sociedade de Direitos de Autor a ser contemplada com este nosso sistema moderno e eficiente para a Gestão dos Direitos de Autor e Direitos Conexos, algo que fazia já muita falta na SCM, como os avanços significativos que esta entidade de gestão colectiva tem feito em prol da defesa hondos direitos de autores e artistas cabo- verdianos”, frisa.

Conforme avançou a mesma fonte, neste momento, o software Wipo Connect já está instalado no Servidor da SCM na nuvem e estão a trabalhar todos os dias para a operacionalização do sistema e a customização do mesmo com todas as informações.

A SCM indicou que a outra vertente é a formação de uma equipa que está a ser ministrada, de forma contínua durante o ano de 2020, para que o software possa ser correctamente administrado localmente nos três Módulos: Documentação, Licenciamento e Distribuição e estar completamente operacional, preferencialmente durante o ano de 2020.

error: Content is protected !!