1º de Agosto pode disputar o Girabola 2020/2021 no Estádio França Ndalu

Na tomada de posse dos corpos sociais do 1º de Agosto, em dia de mais um aniversário, visando o ciclo olímpico 2020/2024, o presidente Carlos Hendrick disse que brevemente vão receber os adversários do Girabola no seu reduto, no Cassequel, em Luanda

Após ontem o 1º de Agosto ter comemorado 43 anos de existência, o presidente do clube, Carlos Hendrick, garantiu aos seus sócios e adeptos que o Estádio França Ndalu, no bairro Cassenda, em Luanda, poderá receber jogos do Girabola 2020/2021, prova cujo sorteio foi adiado face à pandemia da Covid-19.

O responsável da equipa central das Forças Armadas Angolanas explicou que a concretização do sonho dependerá da vistoria que o conselho técnico da Federação Angolana de Futebol (FAF) realiza em vésperas do arranque do Campeonato Nacional.

Carlos Hendrick revelou que o futuro ‘quartel-general’ que recebeu o nome do general António França “Ndalu” já conta os primeiros 9 mil assentos, mas o recinto terá a capacidade de 20 mil lugares.

Na senda das infra-estruturas, a equipa do RI-20 vai inaugurar nos próximos dias a Rádio 1º de Agosto, emissora que dará voz à família do clube fundado em 1977.

Para atacar o quinto título consecutivo no Girabola, os militares contrataram o avançado hondurenho Brayan Moya, 26 anos, ex-jogador do Zulia Futebol Club da Venezuela, ao passo que o lateral direito Mona e o guardaredes Nsesani estão de regresso à equipa após cumprirem um período de empréstimo no Recreativo da Caala e Académica do Lobito.

Já o avançado Zini, atleta que brilhou no Mundial do Brasil em sub-17 ao serviço da Selecção Nacional, ascende para a equipa principal.

Por sua vez, o médio ofensivo Ary Papel terminou o seu contrato com o clube e declinou a renovação por pretender voltar a jogar fora de Angola. Aliás, a imprensa egípcia assegura mesmo que o jogador assinou contrato válido por três temporadas com o Zamalek.

A mesma pretenção tem o extremo direito Nelson Luz, que se encontra em negociações avançadas com o Vitória de Guimarães de Portugal. Por outro lado, o 1º de Agosto dispensou o nigeriano Ibukun, o congolês Kila e o camaronês Lionel Yombi.

leave a reply