Covid-19: Governo assegura condições para doentes

O Centro de Tratamento da Covid-19 na Quipela, município do Sumbe, tem todas condições criadas para o tratamento e internamento de pacientes, assegurou, ontem, Sábado, o governador do Cuanza Sul, Job Capapinha.

Situado a cerca de 16 quilómetros da cidade do Sumbe, com a capacidade para 100 camas, o centro foi adaptado em dois armazéns em desuso, desde a sua construção, destinados a acondicionar algodão.

O centro está equipado com quatro ventiladores, sendo dois mecânicos e igual número invasivos, sala de biossegurança, de repouso médico, área de medicamentos e de técnica, entre outros compartimentos complementares para a recuperação de doentes com esta doença.

A garantia do governador provincial foi dada à imprensa, numa visita de constatação ao centro para aferir as reais condições criadas.

Durante a visita, Job Capapinha percorreu demoradamente as distintas áreas do referido centro e enalteceu as condições criadas pela comissão multissectorial no âmbito do combate à doença.

Em declarações à imprensa, no final da visita, a vice-governadora para o sector Político, Económico e Social, Emília Tchinawalile, médica de profissão, disse que o centro tem todas as condições para dar resposta a possíveis casos da Covid-19.

Informou também que a província tem medicamentos e equipamentos para o tratamento da doença a nível local. Relativamente à paciente com o primeiro caso da Covid-19 na província, disse que se encontra estável e espera-se, para os próximos dias, a realização de um novo teste para avaliar o seu estado.

Segundo a vice-governadora, tão logo a paciente tenha alta, o centro de tratamento da Quibaúla será desactivado, por estar numa centralidade, com o fim de se evitar contaminação.

A província, conta com um caso positivo de Covid-19, de uma senhora de 35 anos, interpelada, que violou a cerca sanitária de Luanda e tinha como destino a província de Benguela.

Foram realizados na província do Cuanza-Sul um total de 460 testes. 23 cidadãos estão em quarentena institucional, 35 em quarentena domiciliar e 17 amostras em processo.

error: Content is protected !!