Angola esboça 3ª fase das olimpíadas via online 

Os homens do desporto ciência angolano preparam o certame com muitas cautelas, pois vencer é a palavra de ordem no grupo 

O jogador da Selecção Nacional de xadrez e Mestre Fide da Escola Sacri do Cazenga, Sérgio Miguel, disse ontem a este jornal que o combinado angolano está a trabalhar para contrariar o favoritismo dos adversários na terceira fase das Olimpíadas Mundiais da modalidade que começa amanhã com término no Domingo, via online, às 10:00. 

A competição é disputada na via supracitada devido a propagação da pandemia do novo Coronavírus “Covid-19”, doença que está assolar o mundo. 

Sérgio Miguel revelou que as selecções da Escócia e de Portugal partem como candidata, porque têm atletas com mais qualidade e experiência nos jogos de plataformas digitais. 

O Meste Fide explicou que paz parte do tabuleiro número um, pois vais procurar estudar melhor os seus adversários. 

“A média de ‘rating’ dos meus adversários é de 2400. Não estamos entre os mais fortes do grupo, mas temos uma equipa sénior feminina e júnior equilibrada”, disse. 

Angola defronta amanhã a Escócia em partida a contar para a primeira jornada da terceira fase, às 10:00.  

João Júlio (capitão), Sérgio Miguel (Mestre Fide da Escola Sacri do Cazenga), David Silva (Mestre Internacional da Escola de Mestre João Francisco), Esperança Caxita (MI do 1º de Agosto), Ednásia Júnior (MI da Escola Macovi), Lutuima Amaro (Candidato a Mestre da Escola Macovi) e Jemima Paulo (Candidata a Mestre da Academia Ditrov), são os atletas que constituem a Selecção Nacional. 

Por sua vez, Irineia Gabriel (capitã), Manuel Alberto (Mestre Fide da Escola João Júlio), Vanderson Dias (Especialista Nacional do Progresso Sambizanga), Delfina João (Candidata a Mestre do Progresso Sambizanga), Luzia Pires (MI do 1º de Agosto), Domingos Júnior (Mestre Fide da Escola Macovi) e Renelsa António (Candidata a Mestre da Escola Rene Castilho do Cunene), são os xadrezistas suplentes. 

leave a reply