Angola tem novo record de casos da Covid-19: 88 infectados

Nas últimas 24 horas, as autoridades sanitárias detectaram mais 88 novos casos de Coronavírus (SARS-CoV) e duas mortes, perfazendo um total de 1.483 infectados, dos quais, 520 recuperados e 64 mortes, anunciou, ontem, a directora Nacional de Saúde Pública, Helga Freitas

 

O país atingiu um novo record ao detectar o maior número de infectados num só dia desde que se registaram os primeiros casos. Helga Freitas esclareceu que, até ontem, existiam no país 899 casos activos, dentre eles dois estão em estado crítico e com ventilação mecânica invasiva, que representa cerca de 0,2 por cento. 

Explicou ainda que 18 estão em estado grave (2 por cento), 25 são moderados (2,79 por cento), quatro em estado moderado com sintomatologia ligeira (0,44 por cento) e 855 são assintomáticos (o que representam 95 por cento). 

Em relação aos pacientes detectados ontem, a directora Nacional de Saúde Pública, que falava na habitual actualização diária dos dados sobre a pandemia da Covid-19 no país, disse que esses dados foram notificados ao Centro de Processamento de Dados de Vigilância Epidemiológica do Ministério da Saúde, até às 16 horas de ontem, 6 de Agosto. 

Helga Freitas informou que dos 88 novos casos diagnosticados, um é do município do Cubal, província de Benguela e outro do Libolo, província do Cuanza-Sul, todos com idades compreendidas entre os 2 e 79 anos, sendo 45 do sexo masculino e 43 do feminino. 

Quanto aos óbitos, disse tratar-se de um cidadão angolano de 33 anos de idade que tinha outras co-morbilidades e morreu na província de Luanda. O outro é uma cidadã angolana de 35 anos de idade que morreu no município do Sumbe, província do Cuanza- Sul. “Hoje reportamos 14 casos recuperados, perfazendo um total cumulativo de 520 utentes recuperados”, frisou. 

Mais de 190 amostras realizadas no laboratório de RT-PCR Segundo Helga Freitas, nas últimas 24 horas foram processadas 191 amostras realizadas no laboratório por RT-PCR, perfazendo um total cumulativo de 27.297 amostras. 

Foram também realizados 1.028 testes rápidos serológicos, dos quais 114 foram reactivos, o que significa que 11, 1 em cada 100 pessoas estiveram expostas ao vírus. 

No total geral já foram realizados até ao momento 40.484 testes rápidos serológicos, dos quais, 2.527 foram reactivos, o que significa que 6,2 pessoas em 100 estiveram expostas ao SARSCoV-2. 

Quanto ao Centro Integrado de Segurança Pública (CISP), disse que recebeu, no período em referência, 82 chamadas. Uma denúncia de caso suspeito de Covid- 19 e 81 foram pedidos de informação sobre o vírus. 

Em relação às altas de quarentenas institucionais, Helga Freitas disse que nas últimas 24 horas 57 pessoas obtiveram as altas, sendo 20 na província de Cabinda, 12 na Lunda- Norte, seis no Bié, cinco no Cuando Cubango e um em Malanje. 

Grávidas devem continuar a fazer consultas de rotina

Entre as actividades ao nível das outras províncias, anunciou que em Benguela foram realizadas palestras de sensibilização sobre as medidas de prevenção da Covid-19.

Em Cabinda, foram levantados os cordões sanitários da hospedaria Feliciano da Costa e do Bairro de Moçambique. A gestora pública apelou as pessoas a continuarem a fazer as consultas de rotina, assim como às grávidas e as mães com crianças a levarem os filhos para cumprirem com as consultas de puericultura e o cumprimento do calendário de vacinação.

leave a reply