Presidente da República lamenta mortes no Líbano

João Lourenço, Presidente da República de Angola

O Presidente da República, João Lourenço, manifestou ontem, Quarta-feira, 5, segundo uma nota a que OPAÍS teve acesso, profundo sentimento de tristeza pelos acontecimentos ocorridos ontem em Beirute, que está a acompanhar com preocupação.

Na missiva que o Chefe de Estado enviou ao seu homólogo Michel Naim Aoun, do Líbano, não só lamenta a perda de vidas humanas como também os elevados prejuízos materiais que resultaram das violentas explosões.

Na mensagem, o estadista angolano exprimiu, igualmente, sentimentos de solidariedade à nação libanesa e aos sinistrados, endereçando condolências às famílias enlutadas.

As explosões que tiveram lugar esta Quarta-feira no porto de Beirute, no Líbano, provocaram a morte de cerca de 130 pessoas e os seus efeitos fizeram- se sentir nos arredores da instituição portuária.

Prejuízos

Informações avançadas pelo governador de Beirute à emissora Al Hadath TV, nesta Quarta-feira, citadas pela Reuters, indicam que as perdas colectivas após a explosão ocorrida na capital libanesa, na véspera, podem ser de 10 biliões a 15 biliões de dólares, incluindo prejuízos directos e indirectos relacionadas a negócios.

leave a reply