Campanha de Trump quer debate presidencial no início de Setembro

Campanha de Trump quer debate  presidencial no início de Setembro

A campanha à reeleição do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, quer a realização de um debate com o adversário democrata, Joe Biden, no início de Setembro, argumentando que milhões de eleitores poderão já ter enviado os seus votos antecipadamente, por correspondência, quando ocorrer o primeiro dos debates agendados actualmente.

Numa carta à Comissão de Debates Presidenciais, que organiza os eventos, o advogado pessoal de Trump, o ex-prefeito de Nova York, Rudy Giuliani, pediu que um quarto debate seja marcado para a primeira semana de Setembro, ou para que o primeiro evento, agendado para o dia 29 de Setembro, seja antecipado.

O Estado da Carolina do Norte, um dos considerados decisivos na eleição, deve iniciar o envio de votos por correspondência no dia 4 de Setembro, e vários outros Estados devem seguir no mesmo mês. Um aumento imenso da votação remota é esperado neste ano por causa da pandemia de coronavírus.

“Para um país que já está a ser privado da agenda tradicional de campanha devido à pandemia global de Covid-19, não faz sentido também privar tantos americanos da oportunidade de ver e ouvir as duas visões que competem pelo futuro do nosso país, antes de que milhões de votos sejam enviados”, escreveu Giuliani.

Em nota, o porta-voz da campanha de Biden, Andrew Bates, disse que Biden já se havia comprometido a participar nos debates agendados pela comissão.

“Joe Biden estará lá. Esperamos a decisão de Donald Trump — e talvez o presidente deva dedicar o mesmo tempo que dedica a isso ao combate à Covid-19”, disse Bates.

A comissão organizou três debates presidenciais e um debate entre os candidatos a vice-presidente durante cada campanha presidencial desde 2000. Este ano, os debates estão marcados para o dia 29 de Setembro, em Ohio; 15 de Outubro, na Flórida; e no dia 22 de Outubro, no Tennessee.