Ex-rei da Espanha Juan Carlos está em Abu Dhabi, diz jornal ABC

O ex-rei espanhol Juan Carlos está hospedado no Emirates Palace Hotel exclusivo de Abu Dhabi desde que deixou a Espanha a bordo de um jacto particular, na Segunda-feira, sob uma nuvem de escândalo financeiro, envolvendo a Arábia Saudita, informou o jornal ABC, na Sexta-feira

As autoridades dos Emirados Árabes Unidos e do Emirates Palace Hotel não responderam imediatamente aos pedidos de comentários.

Perseguido por crescentes acusações de corrupção, Juan Carlos, 82, anunciou, abruptamente, a sua decisão de deixar a Espanha na Segunda-feira, mas não houve confirmação oficial do seu paradeiro, o que deu início a um jogo internacional de adivinhação.

A ABC disse que um avião particular a caminho de Paris para Abu Dhabi parou na cidade de Vigo, no Noroeste da Espanha, para acolher a bordo Juan Carlos, quatro seguranças e uma outra pessoa na manhã de Segunda-feira.

Após a chegada ao aeroporto Al Bateen de Abu Dhabi, o ex-rei e sua comitiva foram levados de helicóptero ao Hotel Emirates Palace, de propriedade do governo, de acordo com o ABC, um diário espanhol pró-monarquia. Um porta-voz do palácio disse não saber onde Juan Carlos estava.

O advogado do ex-rei não respondeu imediatamente a um pedido de comentário. O seu advogado, o palácio real e o governo recusaram-se a dizer onde Juan Carlos está. Alguns meios de comunicação especulam que Juan Carlos está num resort de luxo na República Dominicana e outros o colocam em Portugal, onde passou grande parte da sua juventude. Mas as autoridades de ambos os países disseram não ter conhecimento da sua chegada.

Em Junho, a Suprema Corte da Espanha abriu uma investigação preliminar sobre o envolvimento de Juan Carlos num contrato de ferrovia de alta velocidade na Arábia Saudita, depois que o jornal La Tribune de Geneve da Suíça informou que ele havia recebido USD 100 milhões do falecido rei saudita. A Suíça também abriu uma investigação.

O ex-monarca não está formalmente sob investigação e recusou-se, repetidamente, a comentar as alegações. O advogado disse, na Segunda-feira, que o seu cliente estava à disposição do procurador espanhol, apesar da sua decisão de sair. Espanha e Abu Dhabi têm um acordo de extradição, assinado pelo próprio Juan Carlos em 2010.

leave a reply

O Pais

Deve ver notícias