Saga humorística aborda questão de “Intolerância no quarto”

Mais um episódio de “O Cubico dos Tuneza” traz à tona um cenário de alguma crispação entre o casal “Momô” e “Tia Bolinha”

A história deste Domingo, 9 de Agosto, apresenta um ambiente de alguma hostilidade entre o casal Tuneza. Momô e Bolinha mostram-se incapazes de gerir as suas diferenças no quarto – na cama, para ser-se mais preciso. Roncos e mais roncos, assim foi a noite do casal.

Após uma noite mal dormida, o general Foge-a-Tempo chegou ao limite da sua paciência com a esposa. Mostra-se incomodado com o ressonar da sua amada e chega até ao extremo, chamando-a, imaginem, “urso”. A matriarca sente-se ofendida e reclama da intolerância do esposo, acusando-o insensível e de incapacidade em demonstrar carinho com ela. Enquanto Adão solidariza-se com a tristeza da mãe, Mauro nem tanto.

Será o antigo combatente capaz de aceitar a esposa tal como ela é? Intitulado “Manias de Casa”, veja o desenvolvimento do episódio a partir das 21 horas com transmissão exclusiva no ZAP Viva.

“Estamos perante uma história recomendada em especial para os casais, podendo tirar dela lições sobre a importância de uma gestão equilibrada da intolerância entre os cônjuges. Cada ser humana é um ser único e, por isso, diferente dos demais. Por isso, cabe a cada um a prática da aceitação das diferenças da pessoa a quem decidimos nos unir”, lê-se numa nota da produção.

No Cubico dos Tuneza é uma produção do ZAP Estúdios. Retrata o dia-a-dia da típica família angolana, integrada por uma mãe vaidosa, que lidera o grupo das mamãs sofredoras; um pai, antigo combatente amigo de todos os generais do país, que passa a vida a reivindicar os seus 23 mil Kwanzas que nunca lhe foram pagos; um filho mais velho que sustenta toda a família e um filho profissionalmente desocupado, que investe a maior parte do tempo nas redes sociais.

Tigre Chieta, Cesalty Paulo, Costa Vilola e Orlando Kiakuassa são os actores que interpretam os personagens, Mauro, Tia Bolinha, General Foge-a-Tempo e Adão, respectivamente.

leave a reply