Ex-militares agraciados com motorizadas

As acções com maior realce foram os projectos de empoderamento, designadamente apoios aos antigos combatentes, num total de 42, com a entrega de motorizadas para serviço de táxi, em 2019.

Foram entregues carrinhos a 72 senhoras, para a venda de banana assada com ginguba torrada, no sentido de melhorar as condições de higiene e segurança na venda deste produto.

Para o presente ano, e porque o programa de combate à pobreza dita que 70% do valor deve ser destinado aos ex-militares e 30% às famílias vulneráveis, estão no processo de contratação de uma empresa que procederá à venda de mais 90 motorizadas, para serem entregues aos ex-combatentes.

Ainda em relação ao emponderamento das mulheres, foram ministrados cursos de maquilhagem a 150 mulheres e de decoração (50), tendo no final, estas mesmas mulheres recebido um quite para começarem o seu negócio.

“Procuramos empoderar as mulheres em projectos que venham dar alguma dignidade e permitir que, com um valor mínimo possam desenvolver os seus serviços, sem que venham a depender financeiramente de outrem”, disse Maria Antónia.

No que toca às eventuais interferências dos fiscais junto das senhoras que comercializam banana assada e ginguba, Maria Antónia disse que até à data da desta entrevista, não havia chegado qualquer reclamação do gênero e assegurou que no acto de entrega dos carrinhos às vendedoras, todas foram orientadas a tratar o cartão de vendedora para legalizar a sua actividade.

Segundo a responsável do programa, registavam muitos pedidos de carros para realizar este negócio, com cinco a seis solicitações, diariamente.

leave a reply