Eslováquia expulsa diplomatas russos por suspeita de espionagem

Vários diplomatas russos foram expulsos da Eslováquia por suspeita de espionagem, informou a Bloomberg, nesta Segunda-feira (10), citando uma autoridade não identificada.

A informação do site foi confirmada, posteriormente, pelo Ministério das Relações Exteriores da Eslováquia, que detalhou estar a expulsar três diplomatas da Rússia do país.

 “De acordo com informações dos serviços de inteligência eslovacos, as suas actividades estavam em contradição com a Convenção de Viena sobre relações diplomáticas”, declarou um porta-voz do ministério em comunicado.

A decisão foi tomada na semana passada pelo novo governo do primeiro-ministro Igor Matovic. Os representantes russos devem deixar o país até ao final da semana.

 Enquanto isso, a embaixada russa na Eslováquia informou que não vai comentar relatos sobre a expulsão de diplomatas russos por suposta espionagem.

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia prometeu uma resposta simétrica à expulsão de diplomatas russos da Eslováquia.

“Tradicionalmente, a resposta espelhada seguirá”, disse o ministério. Em Junho, dois diplomatas russos foram declarados persona non grata na República Tcheca. A Rússia descreveu a decisão como uma provocação. Essa não será a primeira vez que a Eslováquia expulsa membros da diplomacia russa do seu território.

Em Dezembro de 2018, um representante da Rússia deixou o país também por uma acusação de espionagem, informou a Agência Reuters à época.

leave a reply