Editorial: O optimismo de Gildo Matias

Jornal OPaís edição 1933 de 18/08/2020

As declarações do secretário de Estado para o Ensino Secundário, Gildo Matias José, voltaram a incendiar a já tumultuosa relação existente entre o Ministério da Educação e o Sindicato dos Professores sobre o regresso às aulas ainda este ano.

Diz o governante que 80 por cento das escolas no país possuem condições de biossegurança que tornariam possível o retorno dos alunos às referidas escolas. Mas, o Sindicato diz que não, a julgar pelos problemas que muitas destas instituições ainda atravessam.

Tal como noutros sectores, a pandemia da Covid teve também escancarou muitas dificuldades existentes ao nível do sector da educação, grande parte delas herdadas de um passado longínquo. Há escolas que sobrevivem graças ao fornecimento de água por camiões e outras até, mesmo estando situadas no casco urbano, não têm este privilégio.

Na periferia, a situação sempre foi mais grave. Por isso, o regresso às aulas deve ser encarado com muita cautela para que não se mine todo um esforço que está a ser feito pelo Executivo. Em muitos países, o retorno gradual foi interrompido por causa do aumento de casos entre os estudantes.

É provável que ao longo destes cinco meses se tenha feito muita coisa para que se apresentem dados em tal dimensão. Até porque os números não mentem. Mas há que se fazer a prova dos nove para se ter certeza que os passos dados para se conseguir a referida percentagem estejam certos.

leave a reply