Associados da Federação de Jiu-jitsu aprovam relatório e contas

A Federação Angolana de Jiu-jitsu realiza, no Sábado, a sua Assembleiageral ordinária para analisar o relatório e contas de 2019 e 2020, bem como a marcação do pleito eleitoral, visando o ciclo olímpico 2020/2024, na Cidadela Desportiva, às 8:30

Os associados da Federação Angolana de Jiujitsu aprovam, no Sábado, em assembleia-geral ordinária, o relatório e contas dos dois últimos anos.

A data das eleições para o ciclo olímpico 2020/2024 vai ser definida no certame que decorrerá no Cantinho do Desportista, na Cidadela Desportiva, em Luanda, às 8:30.

Segundo o documento a que O PAÍS teve acesso, o encontro será por videoconferência devido ao novo Coronavírus “Covid-19”, pandemia cuja aparição se deu na República Popular da China, em Dezembro de 2019.

O mesmo documento acrescenta que o presidente da mesa da assembleia-geral, Adria no Lupini, procederá à leitra do regulamento interno da assembleia-geral ordinária, a leitura da acta da reunião anterior, bem como propor aos associados a data do pleito e a constituição da comissão eleitoral.

 Por outro lado, este jornal apurou que o presidente cessante da Associação Provincial de Ju-jitsu (APJ) do Cuando Cubango, Luís John, concorrerá à presidência da Federação Angolana da modalidade.

O mestre Luís, como também é tratado, já definiu as suas linhas de força da sua candidatura à FAJJ. Assim, a massificação, o resgate da mística da modalidade e a formação de treinadores para que o jiu-jitsu esteja bem servido nos próximos quatros.

A fonte avançou que Luís John pode apresentar oficialmente a sua candidatura nos próximos dias numa das unidades hoteleiras de Luanda. O presidente cessante, Nzuzi Ndombaxi, já garantiu à imprensa que não vai concorrer ao próximo pleito eleitoral.

leave a reply