Baixa de Cassanje com nova sede social

A formação da província de Malanje conta com uma nova infra-estrutura para apoiar a equipa sénior, bem como as do escalão de formação nos próximos tempos

A Baixa de Cassanje de Malanje, clube que vai disputar o Girabola 2020/2021, inaugura hoje a nova sede social do clube, segundo a direcção presidida por José Rafael.

O acto, que conta com a presença do governador provincial, Norberto dos “Kwata Kanawa”, tem os requisitos e serviços exigidos pelos novos métodos de gestão desportiva.

Dormitórios, refeitório, sala de lazer e outros pontos para a realização de serviços técnicos e administrativos da equipa malanjina fazem parte da nova infraestrutura da Baixa de Cassanje.

A nova sede merece também o apoio de adeptos e amantes do futebol na província da Palanca Negra, uma vez que querem uma Baixa de Cassanje firme na festa do futebol angolano.

De acordo com a direcção, os municípios também estão alinhados com o novo inquilino do Campeonato Nacional de futebol sénior masculino, sendo que o objectivo é lutar para a permanência.

Por isso, foi aberta uma campanha para inscrever novos sócios da Baixa de Cassanje, formação que pretende afirmar-se no futebol nacional e no continente africano.

Está também em carteira um projecto de formação que visa alimentar a equipa sénior e manter os níveis competitivos nos campeonatos de iniciados, juvenil e juniores.

A Baixa de Cassanje chegou ao Girabola por via do sorteio realizado pela Federação Angolana de Futebol (FAF) para se encontrar o substituto do 1º de Maio de Benguela.

A formação de Benguela, no Campeonato Nacional 2019/2020, anulado por força da Covid-19, foi desclassificado por falta de comparência.

Perante a decisão, a formação de Benguela interpôs uma providência cautelar no Tribunal Provincial de Luanda, do qual aguarda uma decisão.

Na corrida, o emblema de Malanje deixou pelo caminho, por via do sorteio, o São Salvador do Zaire, equipa que também sonha ser uma potência no futebol angolano.

leave a reply