Sputnik e outras agências de notícias desaparecem de resultados de pesquisa do Twitter

Aparentemente, a ferramenta de pesquisa do Twitter começou a ocultar diversos grupos mediáticos da Rússia e da China.

As contas no Twitter das agências de notícia Sputnik e RT, da Rússia, e Xinhua e Global Times, da China, não aparecem mais nos resultados de pesquisa da rede social, quando os seus nomes são procurados por usuários que não as seguem.

Tudo indica que a rede social DR Soldados amotinados que depois depuseram o Presidente norte-americana não oculta outras mídias estatais que receberam a mesma classificação, entre elas as iranianas IRNA, Press TV e Tasmin News.

Ainda que não esteja claro se esta é uma nova política ou uma mudança nos algoritmos do Twitter, o facto é que esta acção contradiz a política da rede social de não ocultar resultados com base em visões políticas ou ideológicas.

Neste mês, a plataforma classificou como “média afiliada ao Estado” uma série de organizações mediáticas. No entanto, omitiu agências de notícias como BBC, do Reino Unido, e Voice of America e NPR, dos EUA.

Ao anunciar a mudança de política, o Twitter afirmou que não iria “recomendar ou ampliar” o alcance das contas que carregam essa classificação. Ainda assim, a plataforma não mencionou nenhum tipo de remoção dos resultados de pesquisas.

leave a reply