Luísa Damião quer JMPLA mais interventiva

Dirigente politica apelou à adopção de métodos e estilos de trabalho eficazes que contribuam para o melhoramento da vida interna da organização aos vários níveis face aos enormes desafios políticos que se avizinham

A vice-presidente do MPLA, Luísa Damião apelou, ontem, em Luanda, a juventude afecta à JMPLA a continuar a mobilizar e a sensibilizar os jovens para o cumprimento rigoroso das medidas de biossegurança, e as recomendações de confinamento para a prevenção e combate à COVID-19.

Luisa Damião falava na abertura da primeira reunião metodológica nacional sobre a organização do trabalho da JMPLA. O encontro que decorreu em formato de vídeo-conferência, visou aperfeiçoar o alinhamento político na forma de organização e funcionamento das estruturas da agremiação juvenil ao nível de todo o território nacional.

Na ocasião, a vice-presidente do MPLA chamou os jovens a encararem com responsabilidade o cumprimento das medidas constantes do Decreto Presidencial sobre a situação de calamidade pública vigente no país, alegando que esta realidade exige de todos muita inteligência, capacidade de inovação e criatividade para uma melhor organização e funcionamento eficaz no quadro deste novo contexto.

Luísa Damião sublinhou que a realização da referida reunião metodológica servirá para se proceder à avaliação do cumprimento das acções constantes do Plano Programático daquela organização juvenil, das orientações do Presidente do partido, João Lourenço, e da direcção do partido que devem sempre ser revisitadas.

Avançou que o momento servirá também para se fazer uma reflexão sobre os desafios da organização juvenil para que os seus membros possam continuar a desempenhar o seu papel no contexto da defesa dos anseios e aspirações mais nobres dos jovens angolanos e numa maior inserção da JMPLA na sociedade.

“Os talentos para fazer acontecer estão nas vossas mãos”

Apelou à adopção de métodos e estilos de trabalho eficazes, que contribuam para o melhoramento da vida interna da organização aos vários níveis, face aos enormes desafios políticos que se avizinham

. “Os talentos para fazer acontecer estão nas vossas mãos e em toda a massa militante da nossa organização juvenil do Partido, a JMPLA, cuja trajectória nos dá sempre a certeza para a vitória que tem sido certa”, disse.

Salientou que o uso adequado das redes sociais pode ajudar a disseminar a mensagem política com clareza e precisão, porém deve ser feita com responsabilidade.

No domínio da vida interna, recomendou uma análise sobre o resgate e revitalização das estruturas de base e intermédias da JMPLA. Para além do aumento, controlo e a eficácia da estatística, a introdução da inovação e modernização tecnológica no seio da organização e do trabalho de mobilização, são, segundo Luísa Damião, fundamentais para o alcance dos objectivos que se propõem a JMPLA.

Apesar de ter reconhecido as dificuldades que a juventude enfrenta, a dirigente referiu que a JMPLA tem a missão de continuar a ser um dos intérpretes dos anseios e aspirações dos jovens, na comuna, no município, na província e ao nível nacional.

leave a reply