Público conhece hoje candidatas finalistas da IV edição do Spoken Word no feminino “Muhatu

As 16 finalistas da IV edição da competição anual no feminino de poesia em estilo Spoken Word em Angola, uma promoção da “Muhatu”, são conhecidas hoje através de todas as páginas digitais da organização

São no total 16 candidatas seleccionadas, cujos nomes são divulgados hoje dia 23 de Agosto, nas páginas do Muhatu, em todas as redes sociais, segundo a organização que informa que as respectivas finalistas vão beneficiar de um curso de preparação com duração de três semanas, isto é, de 26 deste mês a 9 de Setembro.

Trata-se de um programa de mentoria/capacitação, através de um pacote de aulas de temas diversos desde a escrita criativa, língua portuguesa e literatura, técnicas de palco, até à liderança e desenvolvimento pessoal.

“A mentoria será uma preparação para o concurso”, subscreve a organização em nota a que OPAÍS teve acesso. Entre os temas a serem ministrados, destacam-se a “Escrita Criativa”, “Spoken Word e slam”, “Língua portuguesa e literatura”, “Oratória e técnica de voz”, “Técnicas de palco”, “Uso de redes sociais”, “Liderança e desenvolvimento pessoal”, e “Atuto cuidado”.

 Os aludidos assuntos contarão com prelecções da escritora Ana Paula Lisboa, a professora e slammer Elisangêla Rita, a linguista Teresa Silva, radialista Carla Pena, actriz Renata Torres, comunicadora Djanira Barbosa, empreendedora Diandra Vaal Neto e da psicóloga Jandira Miranda, respectivamente.

 Findo o acto formativo, as concorrentes competirão na IV edição do Muhatu, nos dias 26 e 27/09/2020 (Semi Final e Final), que será realizada adaptando-se ao novo normal social, completamente on-line e com transmissão em directo nas páginas do Facebook e no canal do Youtube do Luanda Slam.

 

Resultados esperados

 Com esta formação, a organização espera que as concorrentes saiam com maior auto-confiança para performances públicas e sobre a sua escrita, que a mentoria impulsione os movimentos literários feitos por mulheres em Angola, que a poesia angolana, especialmente feminina seja exportada para o mundo, assim como Angola tenha uma variedade de poetas de spoken word e escritoras para representar o país no mundo e competir nos concursos mais renomados da arte.

Premiação

 A vencedora desta grande competição estará habilitada a prémios prestimosos, entre os quais o valor pecuniário de 100 mil Kwanzas além de outras ofertas adicionais que a organização prevê tornar público tão logo os parceiros da iniciativa anuam, tal como nas edições anteriores.

De referir que a primeira edição deste concurso iniciado em 2017 foi ganho por Ana Paula Lisboa, enquanto que as subsequentes tiveram como vencedoras as concorrentes, Luana Bartolomeu e N’zola Kunzediwa, nos anos 2018 e 2019, respectivamente.

O Spoken Word

O Spoken Word é um género de declamação e performance que tem tomado conta dos palcos de Luanda e do mundo pelo seu dinamismo e assertividade aliado à intelectualidade da poesia.

O Spoken Word é o casamento entre poesia tradicional, o Rap e a tradição oral africana, dinamizando assim a arte literária e oferecendo uma batalha de palavra falada e a consciência.

leave a reply